Categoria: Viagens

Buenos Aires // Food, Lojas & Nightlife

No início do mês de janeiro fiz uma viagem de duas semanas para a Argentina com uns amigos, onde visitei lugares incríveis em Buenos Aires, e então farei uns posts mostrando algumas fotinhas e falando sobre a minha experiencia lá. No post de hoje falarei em específico sobre as comidas, lojinhas fantásticas e festas incrível que tinham lá que vocês não podem perder. Então, let’s go!

 

FOOD //foodBom, vou dizer a vocês, não é fácil ser vegetariana e estar na Argentina, pois lá é o “capital da carne”, e eles comem isso com quase tudo. Tinha dias quando tive que comer miojo em casa pois não havia lugares próximos para comer algo que não havia algum tipo de carne, porém a maioria dos dias pude visitar vários cafés e mini mercados que vendiam opções deliciosas para vegetarianos graças ao app Foursquare!
Fomos ao Lolea, um mini market em Microcentro Porteño, onde havia saladas fresquinhas e veggie burgers de lentilha (na foto da esquerda). Recomendo ir lá pois é um local bem moderno e hipster com comida ótima, só tenha cuidado com os preços.
Uma franquia que conheci lá com qual me apaixonei foi a Green Eat, esse sim é o hot spot dos veganos e vegetarianos. Além de ter atendentes bem atenciosos, havia uma grande variedade de comida e um ambiente bem confortável e moderno. Faria qualquer coisa para que abrisse um no Brasil.
Em Buenos Aires tem cafés super lindos por tudo, incluindo o famoso Starbucks. Eu estava louquinha para passar lá pois no estado que eu moro não tem, então vocês imaginam meu desespero quando finalmente pude experimentar esta delícia depois de anossssss. Conseguimos até aproveitar de uma promoção de compre um e ganhe outro. 😉
Outros lugares que fomos que vale a pena comentar, foram o “bar” ao ar livre chamado Camping, que vendia comidinhas e cervejas num ambiente com mesinhas de madeira e luzinhas tipo pisca-pisca por tudo, e um “rádio” onde os clientes escolhiam as músicas que tocavam, uma ideia super bacana. Além desse local, fomos ao incrível Hard Rock Café um clássico e uma parada necesária para quem curte comida boa e rock n´roll!

 

SHOPPING //
compras
Fomos em diversos shoppings em BA, incluindo o Abasto Shopping, Recoleta Mall, Alto Palermo e o lindo Galerias Pacifico (imagem da direita) que parece um museu por dentro. Eu já tinha em mente algumas lojas que eu gostaria de visitar quando chegasse na Argentina, incluindo a Complot, Ay Not Dead e a Muaa. Conheci várias lojas incríveis, mas essas têm que ser as minhas favoritas. Recomendo visitar para aquelas que gostam de roupas gótica suave. 😉
Um lugar que eu estava louca para conhecher era a galeria Bond Street, uma versão argentina da Galeria do Rock de São Paulo. Na galeria há diversos estúdios de tatuagens e piercings, lojas com roupas de banda, brinquedos “geek”, cds e discos vinil, tem basicamente tudo que é considerado “alternativo”. Comprei umas roupas de streetwear nacional na loja Kalaka e um piercing septum fake lindo. Recomendo todos a conhecer esse pico.

Outra galeria super interessante (e hipster haha) é a Patio Del Liceo, onde há várias lojinhas pequenas que vendem produtos artesanais, roupas de brechó, arte, bijuterias, incluindo a papelaria Monoblock, onde comprei um lindo sketchbook floral. Espero fazer um vídeo mês que vem mostrando as comprinhas que eu fiz, então fiquem ligadas!

 

NIGHTLIFE //nightlifeNão saímos muito a noite, porém fomos em um “evento” incrível que recomendo a todos, o Pub Crawl. O Pub Crawl funciona da seguinte maneira, os organizadores escolhem um pub/bar para as pessoas se encontrarem, onde tem shots e pizza de graça, após +- uma hora eles reúnem todos que estão lá e os levam para um outro bar perto apé, onde tem shots de graça também, após uns 30 minutos daí eles fazem o mesmo processo. Em total as pessoas visitam 3 bares, fora o de encontro, e depois os organizadores te levam ao último local, uma balada enorme e incrível. Realmente acho que vale a pena, pois custou apenas R$50, fora o que cada um consumava dentro dos pubs, e conhecemos diversos locais e pessoas estrangeiras, muitos Estadunidenses e Australianos vão ao Pub Crawl, já que os organizadores são de fora, então é uma ótima oportunidade para praticar o Inglês e conhecer gente foda. 😉

 

Bom, por hoje é isso pessoal!
Espero que tenham gostado que saber um pouco da minha viagem.
Fiquem ligadas pois no próximo post falarei sobre alguns locais turísticos que
 eu visitei além de uns museus e zoologicos fantásticos.
Kisses!
vans warped tour crowd

O festival americano Vans Warped Tour

Nos últimos dias eu estive relembrando um dos melhores festivais que eu já fui, o Vans Warped Tour, e com isso eu decidi compartilhar com vocês a minha experiência  junto com algumas fotos minhas. Então, let’s go!


O Vans Warped Tour é um festival de música que acontece nos meses de verão em diversos estados dos Estados Unidos. No festival há bandas com som derivados do rock, como os gêneros post-hardcore, hardcore, metalcore, punk, pop punk, entre outros, O evento junta mais de cinquenta bandas, incluindo grandes e pequenas, e até bandas internacionais como a Brothers of Brazil (que tocou no Warped de 2011). Em geral, as bandas lá não são tão conhecidas, então o evento não é tão comentado ou conhecido fora dos EUA, e por isso quis falar sobre o festival.

Então, antes de tudo, assistam abaixo o promo da edição de 2011 para vocês terem uma ideia melhor de como é o festival e quais bandas que tocam.


Como a maioria das bandas que tocam no evento são consideras “pesadas” alguns pais ficam indecisos se devem deixar seus filhos irem, já que acham que em todo show de “rock” haverá drogas, bebidas alcoólicas e coisas do tipo. Mas na realidade, como os produtores do festival sabem que a maioria das pessoas que vão são adolescentes eles já se preparam para lidar com essas situações.
Então, o festival só permite entrada sem os pais se a pessoa for acima de doze anos, e há uma área onde os pais podem ficar que tem ar condicionado, tv e bebidas de graça, se eles forem juntos.

Como vocês viram no vídeo, no festival vocês podem encontrar, além dos shows, tendas que vendem merch (roupas e derivados de bandas), meet & greets (onde você pode “conhecer” algumas de suas bandas preferidas), tobogãs aquáticos, pistas de skate e muito mais.

 

Agora um pouco sobre a minha experiência. Eu fui no festival no final do mês de julho em West Palm Beach, uma cidade na Flórida, em 2011 (um mês antes de eu voltar a morar no Brasil), com dois amigos meus. Chegamos no evento as 9 horas da manhã e esperamos até umas onze horas para os portões do evento abrirem, já que não queríamos pegar muita fila. Enquanto estávamos lá esperando num calor imenso, bandas iniciantes ficavam pedindo para as pessoas ouvirem os cds deles e ajudarem comprando um, o que ficava chato depois da terceira banda. Ainda esperando para abrirem os portões, eu passei muito mal e acabei desmaiando na fila mesmo, era a primeira vez que isso tinha acontecido e eu fiquei morrendo de medo assim que “acordei”, me lembro que pessoas por volta ofereceram suas bebidas e tudo mais. Mas como o festival ia começar logo eu acabei nem dando bola ao acontecimento e voltei a esperar na fila.

 

Assim que abriu os portões eu fui correndo com os meus amigos para encontrar a barraca da loja Vans, porque as primeiras cem pessoas que fossem lá e dissessem a “senha do dia” (cada cidade tinha uma senha diferente) ganhava um óculos e boné deles.

 

A princípio eu só tinha interesse em assistir as minhas favoritas na época como Dance Gavin Dance, Of Mice & Men, A Day to Remember e  We Came as Romans. Assisti esses shows e mais um que meu amigo queria ver, mas me arrependo por não ter aproveitado mais para conhecer bandas novas.

Sou muito fã desse tipo de “rock” e acho que mais pessoas deveriam parar para ouvir e conhecer essas bandas que são muito subestimadas. Abaixo criei uma playlist com algumas de minhas músicas favoritas das bandas citadas acima e de outras do gênero, não custa nada dar uma chance 🙂

A cada ano no Warped é feito uma competição para eleger o Pit Reporter, onde uma pessoa é escolhida para filmar o que acontece no festival e entrevistar as bandas e pessoas em cada cidade. Encontrei o vídeo do de West Palm Beach em 2011 (o dia/local que eu fui), veja abaixo! 😀

 

Espero que tenham gostado de conhecer o festival.
Deixem seus comentários abaixo.
Kisses.